O porquê da suspensão da MIUI Brasil

Para garantir a transparência com nossos usuários, gostariamos de informar que a versão 7.11.23 da MIUI Brasil não será lançada por enquanto. Logo abaixo, explicaremos em detalhes o motivo para a suspensão.

Com o lançamento da Beta Global desta semana, um recurso que era muito esperado por todos os usuários do MIUI finalmente tornou-se realidade: a Área de notificações foi levemente redesenhada, trazendo aos dispositivos com Android 7.x o Heads up display (HUD) de notificações, além da resposta rápida para apps de mensagem e ações rápidas para vários outros apps.

A novidade é excelente (nossa equipe já testou em primeira mão e seu funcionamento está perto de perfeito), mas com isso teremos que enfrentar um novo problema: com o passar do tempo, a ROM Global tem se distanciado mais da sua irmã, a ROM Chinesa. Isso deve-se ao fato da ROM Global focar em um grupo muito mais amplo de usuários, o que torna alguns recursos da Chinesa desnecessários ou até mesmo obsoletos, já que nós estamos acostumados à sua grande maioria estar disponível através da Play Store ou serviços Google, que não existem na China.

Com este distanciamento da ROM Global / ROM China, nosso trabalho acaba por ser maior. Precisamos a cada dia mais tornar nossas ROMs híbridas para que tenhamos recursos da Global em cima da base da ROM MIUI Brasil, que é a ROM Chinesa. No início, essas alterações eram simples de serem implementadas, já que a maioria de nossos patches e modifcações são intercambeáveis entre versões do Android, dispositivos, arquitetura de processador, etc.

Com a modificação da ROM Global para a inclusão da nova central de notificações as mudanças são mais profundas no sistema, o que infelizmente passa a inviabilizar essa “mescla” de funcionalidades entre as duas bases para que a nossa ROM seja criada. E com isso, precisaremos analisar a fundo estas modificações para escolher o melhor caminho a se seguir. Estes caminhos poderão ser:

  1. Passar a utilizar a ROM Global como base:
    Como dissemos acima, as modificações principais nas novas versões da ROM Global são com foco exclusivamente ao ocidente. Com isso, as funções principais do MIUI permanecem intactas e assim nossos patches também ficariam. Seria uma mudança positiva para alguns de nossos usuários que não são brasileiros e gostam de usar o nosso trabalho, mas por outro lado, ao usarmos a versão Global como base, dispositivos que não possuírem a ROM Global oficial não possuirão a ROM MIUI Brasil.
  2. Manter a base chinesa, não usando a Área de notificações nova:
    Sim, sabemos que isso seria um pesadelo para todos que queriam sentir o prazer de expandir notificações com um só dedo ou até mesmo respondê-las com um deslizar. Neste cenário, teríamos que torcer muito (e pressionar a Xiaomi também) para que incluam o recurso futuramente na ROM Chinesa.
  3. Estudar a melhor maneira de continuar mesclando as bases para termos o melhor resultado:
    Com isso, continuaríamos enviando a ROM chinesa (com a central de notificações antiga), até que encontremos uma solução para a implementação definitiva da nova central nas ROMs chinesas. Será uma etapa complicada, já que precisaremos testar individualmente cada dispositivo (e criar as modificações para cada um, já que elas não serão “universais” como nossos patches atuais). Com isso, dispositivos que possuímos para testes terão uma solução mais imediata, enquanto dispositivos que não possuímos precisarão aguardar até que tenhamos como testá-los corretamente para entregar todas as funcionalidades corretamente implementadas.

Continuaremos informando todos os nossos usuários sobre o caminho que seguiremos, mas por enquanto, a fase é de estudo para que possamos escolhê-lo da melhor maneira possível, entregando a mesma qualidade que prezamos para todos.