Pouco após o lançamento do Redmi K20 e K20 Pro na Índia, Jai Mani, um dos principais executivos que contribuíram para o desenvolvimento da linha Poco, deixou de trabalhar para a Xiaomi. Este fator, juntamente a análise da IDC India (Instituto para Desenvolvimento e Comunicação) sobre a conjuntura envolvendo a linha Pocophone, ou simplesmente “POCO”, como é conhecida na Índia, sugere que a mesma deve ser descontinuada e que provavelmente não haverá um sucessor para o Poco F1.

Segundo Navkendar Singh, diretor de pesquisas da IDC India, “A linha Poco foi lançada para fornecer algumas especificações high-end a preços mid-range, com um clara assinatura própria em termos de design e interface”. E considerando este contexto, o novo Redmi K20 Pro, com preço de lançamento similar ao do Poco F1 e com diversas especificações high-end, deixa pouco espaço no Mercado para um suposto Poco F2.

Há esperanças?

Não negando o que os analistas dizem mas ao mesmo tempo sem afirmar nada, Manu Jain, que é o vice presidente internacional da Xiaomi e peça chave da estratégia de desenvolvimento da marca em território indiano, disse em entrevista ao Economic Times que “estamos trabalhando sim em novos produtos, mas quais são eles e quando eles virão são questões que não podemos responder agora”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui