Durante o evento de hoje (24) em Pequim, além do Mi 9 Pro 5G, a Mi TV e o MIUI 11, a Xiaomi anunciou também o Mi MIX Alpha, a nova iteração da linha MIX. Os dispositivos desta linha sempre foram tratados como “smartphones conceito” pela Xiaomi.

Como os processos usados em sua produção são quase sempre pioneiros na indústria, é um dispositivo bastante cobiçado por quem gosta de estar no topo das tendências e inovações tecnológicas. Com o MIX Alpha, o pioneirismo e inovações tecnológicas alcançaram um novo patamar.

Mi MIX Alpha: aproveitamento de tela de 180.6%, envolvendo praticamente todo o dispositivo.

Contando com uma tela que envolve completamente o dispositivo, o Mi MIX Alpha é o primeiro smartphone do mundo a alcançar um aproveitamento de tela de 180.6% em um dispositivo móvel. Todos os botões do dispositivo foram substituídos por seletores táteis nas laterais da tela Surround, e a única parte do dispositivo que não é envolta pela tela é uma faixa em sua traseira, que armazena o conjunto de câmeras do dispositivo.

Tela do Mi MIX Alpha o envolve quase completamente.

A estrutura do dispositivo é feita em cerâmica e liga de titânio, e as lentes da câmera são em vidro de safira, oferecendo resistência extra contra arranhões.

O conjunto de câmeras também é um dos pontos altos do dispositivo: o novo sensor HMX de 108MP criado em parceria com a Samsung é 389% maior que um sensor mobile de 48MP. Com 12032×9034 pixels, o sensor de ultra-alta resolução ainda conta com foco a laser para ajudar na captura precisa de detalhes e sistema de estabilização ótica de 4 eixos. Completando o conjunto, o MIX Alpha conta também com um sensor de 20MP ultra grande-angular IMX350 da Sony, que também faz fotos macro com distância focal de 1.5cm, e uma teleobjetiva de 12MP, para fotos em Modo Retrato e efeito Bokeh realista. Não há uma câmera Selfie no MIX Alpha: aproveitando a tela que se estende até a parte traseira do telefone, a câmera traseira também é usada como frontal, bastando virar o telefone para tirar as fotos aproveitando os sensores.

O Mi MIX Alpha 2 conta com a versão mais recente de processadores topo de linha da Qualcomm, o Snapdragon 855+, com suporte a todas as frequências 5G atuais. Além disso, o dispositivo virá com 12GB de RAM e 512GB de armazenamento UFS 3.0, a versão mais rápida disponível para memórias de armazenamento flash do mercado. Alimentando todo o conjunto está a bateria massiva de 4050mAh com estrutura de nano-silicone de íon lítio e suporte a carregamento rápido de 40W.

As inovações, no entanto, tem um preço. E é um preço bem salgado inicialmente: 19999CNY (R$11.700). Durante o evento, Lei Jun explicou que, como as tecnologias envolvidas no desenvolvimento deste conceito ainda são muito recentes, a produção do dispositivo será extremamente reduzida, enfatizando que este é um dispositivo para entusiastas fervorosos da marca.

Ainda não se sabe a quantidade exata da produção, exceto que a mesma foi prometida para iniciar ainda este ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui