A Xiaomi anunciou oficialmente o primeiro smartwatch feito sob a batuta da marca, hoje (05/11) em um evento em Pequim, China. O Mi Watch é primeiro wearble lançado sobre a marca da empresa (que usa a Huami para produzir os dispostivos Amazfit). O primeiro smartwatch da Xiaomi é especial não apenas por ser repleto em recursos, mas também porque a empresa tem uma reputação sempre estremecer o mercado, em todos os setores em que entra.

O design do Mi Watch não é original (podemos dizer que ele é basicamente idêntico ao Apple Watch), o que necessariamente não é uma coisa ruim. Sobre as especificações, temos aqui um dispositivo com uma tela touchscreen curva em AMOLED com 1,78 polegadas com 326 PPI. O display é quadrado e protegido por vidro de safira. Já na traseira temos um acabamento todo em cerâmica.

Há uma botão giratório à direita que pode ser usada para navegar pela interface do usuário do relógio. Ainda do lado direito, é possível observar um botão multiuso e um microfone integrado. À esquerda, você tem outro microfone junto a um alto-falante. O Mi Watch possui um corpo em alumínio com acabamento fosco, porém com curvas mais nítidas que o Apple Watch. Na parte inferior, estão localizados os pinos da estação de carregamento e o sensor de batimentos cardíacos.

Sobre à pulseira, a Xiaomi o dispositivo terá tiras feitas de borracha fluorada, que não agridem a pele e possuem características antialérgicas. Existem várias opções de cores, incluindo branco, azul, prata e preto. Observe que a fivela da pulseira vem com a marca MI em um tom preto metálico.

Xiaomi Mi Watch é o primeiro a usar o chip SD3100 4G

Internamente, Mi Watch é equipado com o chipset Snapdragon Wear 3100 4G com quatro núcleos Cortex A7 com clock de 1.2GHz. A empresa está anunciando que o dispositivo é o primeiro wearable com o Snapdragon 3100 4G, já que os relógios Fossil Gen 5 com Snapdragon 3100 não tinham conectividade celular.

Um dos destaques do Mi Watch é a bateria. O relógio apresenta uma das maiores baterias já vistas em um smartwatch com 570mAh de capacidade. Em comparação, relógios como o Huawei Watch GT 2 de 46 mm, o Galaxy Watch Active 2 (44 mm) ou mesmo o Apple Watch 5 vêm com apenas baterias de 455mAh, 340mAh e 296mAh, respectivamente. A empresa afirma que o Mi Watch pode durar até 36 horas ou até dois dias com uma única carga.

Além disso, o modelo possui recursos como NFC, Bluetooth 4.2, Wi-Fi (n), GPS e um motor de vibração independente. Assim como os melhores relógios inteligentes de 2019, o gadget também suporta eSIM, que garante conexão à Internet via rede celular, alémda possibilidada de fazer e receber chamadas de forma independente.

Em uma jogada surpresa, a Xiaomi adotou a plataforma WearOS do Google para seu novo smartwatch. No entanto, assim como em seus smartphones, o WearOS executado no relógio será personalizado com sua própria interface MIUI for Watch. A empresa oferecerá vários mostradores interessantes para o relógio, além de integração ao assistente XiaoAI.

Além dos recursos habituais voltados ao mundo fitness, o wearable suporta monitoramento de freqüência cardíaca, sensor de VO2 máximo no sangue, monitoramento de sono e monitoramento de energia corporal. Em um dos vídeos publicitários, a Xiaomi confirmou que é possível utilizar o Mi Watch em atividades de natação.

Alimentado pela plataforma WearOS, o Mi Watch vem com sua própria loja de aplicativos, que oferece mais de 40 aplicativos otimizados para o novo relógio. Isso inclui aplicativos chineses populares como QQ, WeChat e Keep (fitness). Graças ao suporte a NFC, o Mi Watch também pode ser usado para fazer pagamentos na China.

O Mi Watch também é capaz de conectar e controlar eletrodomésticos inteligentes em sua casa através do MI Home.

Estratégia de preço agressivo pode ser diferencial

O Xiaomi Mi Watch custa 1.299 yuan (185 USD) na China. A pré-venda do modelo se inicia a partir das 17h de hoje (5 de novembro) e o mesmo começa a ser comercializado às 12h do dia 11 de novembro na China. O preço baixo, comparado a seus concorrentes com mesma características, pode tornar o modelo um sucesso de vendas rapidamente.

Assim como o CC9 Pro, há uma edição exclusiva que apresenta uma tela de vidro de safira com um corpo de aço inoxidável polido e uma pulseira de aço inoxidável. A edição exclusiva tem um ar bem mais premium se comparada a versão normal e será vendida por 1999 yuan (285 USD) a partir de dezembro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui